Corinthians recebe enxurrada de ofertas, mas ‘cozinha’ contratações

    Sheik não ficará e Guerrero já saiu. Ralf, Malcom, Elias e outros têm seus nomes vinculados a possíveis transferências. Um cenário quente que faz o Corinthians ser, neste momento, um dos principais alvos de empresários brasileiros e sul-americanos. O LANCE! apurou que os dirigentes do clube vêm sendo alvo de uma enxurrada de ligações e emails, além dos famosos DVDs, com opções de todos os tipos, salários, posições e situações contratuais. Andrezinho, ex-Internacional e Botafogo, é o último exemplo desse balcão de negócios efervescente nas últimas semanas.

    Com contrato até julho com o Tianjin Teda, da China, o meia já está na lista de atletas observados pela comissão técnica. Aos 31 anos, Andrezinho é um velho conhecido de Tite. Os dois trabalharam juntos no Internacional entre 2008 e 2009. No Tianjin Teda, divide os holofotes com o argentino Barcos, ex-atacante de Palmeiras. Em 2015, ele realizou 13 partidas e fez três gols.

    O problema é que, ao mesmo tempo que tem inúmeros jogadores à disposição no mercado para comprar, falta dinheiro para acertar com seus empresários. É o caso de Teo Gutiérrez, do River Plate, que já deu sinal verde que aceita deixar o clube argentino, mas ainda aguarda qualquer tipo de confirmação da parte financeira por parte da diretoria do Corinthians.

    Para piorar, ainda há a dívida com parte do atual elenco. Alguns jogadores estão há meses sem receber direitos de imagem, além de parte de luvas e até premiações. Uma situação que faz os dirigentes ‘cozinharem’ o mercado. Agentes estão sendo avisados de que o interesse continua, mas não há como disponibilizar o dinheiro e/ou bater o martelo enquanto não quitar os atrasados daqueles que fazem parte do atual grupo. Tempo passa…

    – Bate-bola com Jorge Moraes, empresário de Andrezinho:

    Qual a situação do Andrezinho no momento, e em que estágio está a conversa com o Corinthians para ele se transferir para o clube?
    O contrato dele termina no dia 30 e ele deseja voltar ao Brasil. O Corinthians nos procurou há cerca de duas semanas e, então, deixou pré-agendada uma nova conversa para depois do jogo contra o Joinville. Ontem (segunda-feira), eles nos ligaram e pediram para aguardar.

    Como assim, desistiram?
    Não sei se deram a conversa por encerrada, imagino que pode haver um contato no futuro, mas paralisaram a negociação. Na nossa conversa por telefone agradeceram e me disseram que no momento o negócio não aconteceria.

    Mas na primeira conversa eles demonstraram interesse, certo?
    Sim. Até porque a comissão (técnica) gosta dele, sobretudo o Tite, já que eles trabalharam juntos no Inter.

    O atleta quer voltar?
    Ele até recebeu uma proposta para renovar por um ano e meio, mas não quis. Está há muito tempo longe do Brasil e quer voltar. Outros times têm interesse em contratá-lo.

    Veja Também