Fagner - Corinthians

    Corinthians treina no CT da Chape, e Fagner deixa ‘pepinozinho’ para Loss

    Após perder de virada por 2 a 1 no domingo, o Corinthians treinou nesta segunda-feira no CT da Chapecoense já de olho no próximo confronto entre as equipes, quarta-feira, na Arena Condá, pela Copa do Brasil. Os titulares voltarão a ser utilizados pelo técnico Osmar Loss, que esboçou uma equipe com dez jogadores e deixou a dúvida no ar: o Timão atuará com ou sem centroavante?

    – Depende da estratégia de jogo. Se você precisa reter um pouco mais a bola e ter um desafogo, centroavante vai brigar por essas bolas, sofrer faltas. Às vezes, numa determinada situação, em que você precisa criar mais, ter um time mais móvel e jogar sem centroavante por ser uma boa opção também. Mas esse “pepinozinho” fica para o Loss, para tentar achar a melhor estratégia para que a gente possa fazer um grande jogo – afirmou o lateral-direito Fagner, em entrevista coletiva após o treino.

    No treino desta segunda-feira, a provável equipe titular atuou com: Fagner, Pedro Henrique, Henrique e Danilo Avelar; Ralf e Douglas; Jadson, Romero e Pedrinho.

    Gabriel e Clayson fizeram trabalhos regenerativos com os jogadores que atuaram no domingo e não participaram do treino em campo. Ou seja, provavelmente são duas dúvidas: Ralf ou Gabriel no meio de campo, e Jonathas ou Clayson no ataque. Ralf e Jonathas estão recuperados e voltam a ficar à disposição.

    O time que teve a presença de mais reservas foi escalado com: Paulo Roberto, Vilson, Thiaguinho, Danilo, Sheik, Rodrigo Figueiredo, Jonathas e Matheus Matias.

    A definição deve acontecer na tarde desta terça-feira, quando o Corinthians volta a treinar no CT da Chapecoense. Fagner, inclusive, comentou as diferenças em relação ao CT Joaquim Grava.

    – Bem diferente do que a gente está habituado. Mas na hora do trabalho a gente tem que filtrar, concentrar no treinamento, esquecer o que está do lado de fora – analisou Fagner, que lembrou da vantagem de o Timão ter vencido o duelo de ida das quartas de final da Copa do Brasil por 1 a 0.

    – Primeiro acho que a força deles em casa, a gente sabe que é difícil jogar aqui. Segundo, temos que ter a tranquilidade de saber levar o jogo. Temos uma vantagem mínima, mas temos. Talvez no começo do jogo eles vão tentar nos pressionar. Importante ter a cabeça no lugar para ter o controle do jogo – disse o lateral.

    Veja Também