Ex-Corinthians, zagueiro que era xodó de Carille vira pilar atleticano

    • Cleber Yamaguchi/AGIF

      Wanderson é abraçado por companheiros do Atlético-PR

      Wanderson é abraçado por companheiros do Atlético-PR

    Entre funcionários corintianos, há quem assegure em tom de brincadeira que, entre um jogo importante de Liga dos Campeões da Europa ou uma partida da segunda divisão paulista, o pacato Fábio Carille irá escolher sempre a segunda opção. Foi mais ou menos por conta desse hábito que, há três anos, chegou ao Corinthians o zagueiro Wanderson, hoje um dos destaques do Atlético-PR, rival alvinegro deste sábado.

    Em às 19h30 (de Brasília), o defensor tentará mais uma vez reafirmar sua condição em meio à irregular campanha atleticana. Além de tentar barrar destaques como Jô, Jadson e Romero, Wanderson tem a chance de mostrar aos corintianos uma qualidade que não conseguiu com a camisa do clube, mas que Carille conhece.

    Em 2013, temporada dos maiores investimentos do Corinthians nos últimos dez anos, Wanderson foi adquirido e certamente era o reforço mais desconhecido do grande público. Não de Fábio Carille, que viveu e cresceu em Sertãozinho, onde identificou as qualidades do zagueiro em ação pela Série A-3 do Paulista. Além de buscar informações com funcionários do clube, o atual treinador corintiano, à época somente auxiliar, viu jogos in loco e indicou ao clube, que realizou a contratação. 

    No Corinthians, as coisas não correram bem como Wanderson poderia esperar. Imediatamente após chegar, ele teve uma lesão identificada, passou por cirurgia no joelho e foi apresentado somente no início de 2014, seis meses depois. Mesmo assim, não conseguiu se destacar sob o comando de Mano Menezes e teve suas qualidades questionadas. Saiu, naquele ano, sem sequer ter estreado com a camisa corintiana para confirmar as profecias de Carille.  

    Volta por cima no Atlético-PR e visita à Arena Corinthians

    Wanderson, três anos depois, é quase unanimidade no Atlético. Com dois gols na temporada, um deles contra o São Paulo – que é considerado um jogo de alta rivalidade em Curitiba – o zagueiro ganhou espaço não só pelo que fez na frente, mas pelo que arrumou atrás. Assumiu a vaga de titular que era de Paulo André na melhor série do Atlético no ano, quatro vitórias seguidas e apenas um gol marcado. Estará em campo ao lado do ex-corintiano em Itaquera, já que Thiago Heleno está suspenso.

    Ele chegou ao Furacão depois de um bom Paulistão pela Ferroviária, que tinha parceria com o clube paranaense. Antes, uma passagem de destaque no Criciúma, em 2015. Foi uma indicação do debatido DIF, o Departamento de Inteligência do Futebol do Atlético, que monitora jogadores com base em índices estatísticos.

    Indicado ao Atlético, Wanderson deixou saudades na Ferroviária. “Foi uma liderança positiva na Ferroviária e contribuiu significativamente para que o clube se mantivesse na primeira divisão do Campeonato Paulista. Sua capacidade de adaptação às diversas variações táticas e sua evolução técnica foram aspectos que nos deram segurança para transferi-lo para o Atlético Paranaense. Estamos felizes com a sua evolução desportiva”, comentou Carlos Salmazo, presidente do time de Araraquara.

    FICHA TÉCNICA

    CORINTHIANS x ATLÉTICO-PR

    Data: 15 de julho de 2017, sábado
    Horário: 19h (de Brasília)
    Local: Arena Corinthians
    Competição: Campeonato Brasileiro (14ª rodada)
    Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa – SC)
    Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Marcelo Carvalho Van Gasse (ambos Fifa – SP)

    CORINTHIANS: Cássio; Fagner, Balbuena, Pedro Henrique e Moisés; Gabriel e Maycon, Marquinhos Gabriel, Jadson e Romero; Jô. Treinador: Fábio Carille

    ATLÉTICO-PR: Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Sidcley; Otávio, Lucho Gonzalez (Deivid) e Matheus Anjos; Nikão (Cascardo), Felipe Gedoz (Eduardo Henrique) e Pablo. Treinador: Kelly (Interino)

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians
    Assista a todos os lances de Corinthians x Cruzeiro pela Internet

    Comments (1)

    1. O Corinthians precisa mais de defesas e ataque jó tem que se movimenta mais …
      vai Corinthians ⚽

    Comments are closed.