Jogos inesquecíveis: a emocionante estreia na Libertadores de 2012

    Após a emocionante conquista do Campeonato Brasileiro em 2011, o foco do Corinthians passou a ser a busca pela inédita taça da Copa Libertadores da América no ano seguinte. E a estreia na competição em 2012 não poderia ter mais a cara do Timão: com luta, sofrimento e gol nos acréscimos, empate em 1 a 1 com o Deportivo Táchira fora de casa.

    O primeiro obstáculo para a estreia na Copa Libertadores de 2012 foi a longa viagem para chegar a San Cristóbal, na Venezuela, cidade que abrigaria a partida. A delegação corinthiana saiu de Guarulhos por volta das 15h30, passou por Maracaibo, seguiu para Santo Domingo para só então desembarcar no destino final. O percurso demorou cerca de 08h30 para ser percorrido. 

    “O cansaço faz parte, temos uma viagem para o México (contra o Cruz Azul), são mais umas dez horinhas para enfrentar. Por mais que consiga dormir, ainda não é o suficiente. Cansei, mas dá tempo de recuperar”, disse o meia Alex ao desembarcar em San Cristóbal.

    Veja também:
    Jogos inesquecíveis: a goleada por 8 a 2 na Copa Libertadores
    Conmebol Libertadores Bridgestone 2018 contará com 17 campeões da competição
    Sorteio da Conmebol Libertadores Bridgestone acontece nesta quarta-feira

    Com a bola rolando, foram mais de 90 minutos de emoção e sofrimento para corinthiano nenhum botar defeito. O Deportivo Táchira abriu o placar aos 20 minutos, com Herrera, que aproveitou um lance de infelicidade do zagueiro Chicão. O Corinthians não desanimou, teve duas boas chances ainda no primeiro tempo – cabeçada na trave de Danilo e chute perigoso de Sheik dentro da área para a boa defesa do goleiro adversário –, mas foi para o vestiário atrás do marcador. 

    O primeiro lance de perigo no segundo tempo foi do Corinthians. Fabio Santos bateu da entrada da área e a bola passou muito perto. Em seguida, o Deportivo Táchira respondeu e conseguiu marcar pela segunda vez, mas o gol foi anulado pela arbitragem. Com Leandro Castán e Paulinho, o Timão chegou mais duas vezes, mas não conseguiu balançar as redes dos venezuelanos.

    O jogo já se encaminhava para o final e o Corinthians parecia que não conseguiria voltar com pontos na bagagem. Já nos acréscimos, o Timão teve uma falta a seu favor do lado esquerdo do ataque. O meia Alex cruzou e o volante Ralf subiu mais alto do que todo mundo para acertar uma linda cabeçada e empatar a partida. 

    O gol emocionante de empate foi comemorado por torcedores, jogadores e comissão técnica como se fosse o da vitória. E marcou o início da vitoriosa e invicta trajetória do Corinthians na Copa Libertadores de 2012.

    Comandado pelo técnico Tite, o Corinthians começou o jogo com Julio César, Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Emerson Sheik e Liedson. O meia Alex e os atacantes Élton e Willian entraram durante a partida.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians