Membro da comissão diz a jornal que dispensa de Adriano teve relação com bebida

    A dispensa de Adriano, tratada com certo mistério pelo Corinthians, começa a ficar mais clara. Em entrevista ao diário Lance!, um membro da comissão técnica de Tite, que não quis se identificar, confirmou a versão apresentada pelo blog do Perrone, do UOL Esporte, de que o atacante abusou do álcool na semana em que acabaria dispensado.

    “Estávamos chateados porque a semana de treinos tinha sido ruim, muito ruim. E ele estava se descuidando fora de campo, com bebida”, disse o membro da comissão técnica.

    Um dia depois da oficialização da saída de Adriano, o blog do Perrone publicou que um dirigente do clube, que também não se identificou, falou que o jogador chegou ao clube na última sexta aparentando ter ingerido “caninha da boa” recentemente. Segundo o Lance!, o problema tinha começado um dia antes, na quinta-feira, quando Adriano participou de um coletivo como titular.

    Incomodado com a má atuação do atacante, o técnico teria pedido um controle do peso do jogador. Caso ele tivesse ganhado peso, seria barrado do jogo contra o Guarani, no sábado. Adriano chegou ao clube e recusou-se a subir na balança, como já havia informado o comentarista Osmar de Oliveira à rádio Bandeirantes.

    A atitude do “Imperador” teria causado uma confusão que contou até com a intervenção de Edu Gaspar, gerente de futebol alvinegro. Depois do treino, Tite reuniu-se com a comissão técnica e decidiu barra o jogador, dando início à crise que culminaria em sua saída, na segunda-feira, em comum acordo com o clube.

    Teria pesado para a decisão a entrevista dada pelo jogador à Rede Globo, que foi ao ar justamente na sexta-feira. Na conversa, Adriano culpou sua lesão no tendão pelo mau rendimento em campo e disse estar só dois quilos acima do peso ideal, contrariando informações da própria comissão técnica.

    Reportagem: UOL esportes

    Veja Também

    Notícias do Corinthians