Palmeiras pode ceder trio ao Fluminense para ter Scarpa por dois anos

    • Jeferson Guareze/Estadão Conteúdo

      Gustavo Scarpa renovou o seu contrato com o Fluminense

      Gustavo Scarpa renovou o seu contrato com o Fluminense

    O Palmeiras segue negociando com o Fluminense uma maneira de ter Gustavo Scarpa como reforço para 2018. A conversa entre os clubes neste momento trata como uma tendência que o pacote alviverde enviado às Laranjeiras terá Roger Guedes, Hyoran e Lucas (lateral que tem contrato com os paulistas, mas já atua por empréstimo para os cariocas).

    Uma reunião nesta quinta-feira envolvendo a família do meia e seus representantes pode encaminhar o acordo. O contrato de Scarpa seria de dois anos de empréstimo. Ele tem vínculo com o Fluminense até 2020. A informação foi publicada pelo site da TV Globo e confirmada pelo UOL Esporte.

    Inicialmente, a negociação pelo jogador teve o São Paulo e o Corinthians como os primeiros interessados. Os dois, no entanto, não conseguiram convencer o Fluminense a fazer negócio, mesmo envolvendo dinheiro.

    A equipe carioca, por outro lado, se interessou em alguns dos jogadores que estavam disponíveis em uma lista de empréstimo no Palmeiras e propôs o acordo. Há cerca de uma semana os times se conversam para que o negócio seja realizado.

    Além do acerto entre as equipes, será necessário aguardar uma aceitação dos atletas que serão envolvidos. Róger Guedes já sabe que não terá espaço no Palmeiras; Lucas tem mais um ano de contrato, mas não faz parte dos planos de Roger Machado; Hyoran é tratado como aposta para o futuro e pode ir ao Rio de Janeiro para “ganhar rodagem”.

    Gustavo Scarpa é um sonho antigo do Palmeiras e já chegou a ser sondado no início deste ano, mas a negociação não avançou. Desta vez, ele chegaria como um “reforço de luxo” e não com uma necessidade para o elenco.

    O elenco alviverde já tem três reforços anunciados: Emerson Santos, zagueiro que era do Botafogo, Diogo Barbosa, lateral esquerdo que atuou pelo Cruzeiro em 2017, e Lucas Lima, meia que deixou o Santos. 

    Veja Também