Pivô em polêmica na base, meia de 17 anos deixa o Corinthians

    • Reprodução/Facebook

    O meia-atacante Alyson Motta não é mais jogador do Corinthians. O contrato dele com a equipe alvinegra terminou, e as duas partes resolveram não renovar o vínculo.

    Em 2016, o jovem de 17 anos foi pivô em polêmica nas categorias de base do clube. Ele esteve envolvido em denûncia de estelionato. Na ocasião, um empresário americano acusou Fábio Barrozo, ex-gerente geral da base, e o conselheiro Manoel Ramos Evangelista de enganá-lo na venda dos direitos econômicos de Alyson.

    Como consequência, o departamento foi alvo de sindicância do Conselho Deliberativo, e José Onofre, então diretor da base corintiana, deixou o cargo.

    Agora de saída do Corinthians, o meia-atancate publicou uma mensagem nas redes sociais. “Foram praticamente dois anos vestindo a camisa de um dos maiores do Brasil, o Sport Club Corinthians Paulista, “Timão”. Quero agradecer a todos, sem exceções: diretoria, dirigentes, comissão técnica, atletas, torcedores e funcionários. Aqui encerro um ciclo da minha ainda pequena carreira para iniciar outro”, afirmou.

    Leia o comunicado de Alyson:

    Foram praticamente 2 anos vestindo a camisa de um dos maiores times do Brasil, o SPORT CLUBE CORINTHIANS PAULISTA ,”TIMÃO”. Quero agradecer a todos, sem exceções, diretoria, dirigentes, comissão técnica, atletas, torcedores e funcionários. Aqui encerro um ciclo da da minha, ainda, pequena carreira para iniciar outro.

    Desejo tudo de bom, e que Deus abençoe a todos do SCCP! Obrigado por fazerem parte da minha vida e terem contribuído pra que eu pudesse crescer, amadurecer e vencer a cada etapa! Bora prosseguir, e já já de casa nova! Tenho muitos sonhos, e vou trabalhar muito para realizá-los. Como todo jogador de futebol, sonho poder jogar um dia um campeonato como a Champions League e uma Copa do Mundo. Para Deus, nada é impossível!!!

    Nas próximas semanas, junto com meu empresário, estarei anunciando meu novo clube, minha nova casa, onde prometo dar o meu melhor, como sempre fiz, honrando a história, camisa, diretoria e torcida. Um beijo no coração de todos vocês.

    Veja Também