Quatro jogadores serão negociados pelo Timão pós-Libertadores

    A blindagem do presidente Mário Gobbi Filho para evitar que o assunto “negociação” não atrapalhe o ambiente do Corinthians a três jogos do fim da Libertadores, externada após o vazamento da proposta do CSKA (RUS) a Paulinho, está relacionada apenas àqueles mais utilizados pelo técnico na competição sul-americana.

    Alguns dos jogadores que não participaram até agora com frequência já sabem que não ficarão após o torneio, inclusive, já têm seus destinos definido por empresários. Ramirez, Gilsinho, Ramon e Felipe são quatro dos que não ficarão.

    Os dois primeiros vestirão a camisa do Sport no Campeonato Brasileiro. O meia peruano será emprestado ao clube pernambucano – está em fase de troca de minuta de contrato entre os clubes. Já o atacante, que tem vínculo com o Timão até dezembro, terá contrato rescindido e será jogador do Leão da Ilha definitivamente.

    O lateral-esquerdo será emprestado ao Flamengo, que já tem tudo acertado com seu empresário há semanas. A ideia de liberar Ramon é dar mais chances ao jovem Denner, uma das promessas das categorias de base do clube e que, na última Copinha de juniores, foi destaque.

    Em relação ao zagueiro, o clube aguarda apenas um interessado para liberá-lo. Felipe atuou apenas um jogo, quando todos os titulares foram poupados e, mesmo assim, no fim da partida – contra a Ponte Preta, na última rodada do Paulistão. Nos treinamentos, Tite percebeu que, apesar de jovens, Antonio Carlos e Marquinhos são melhores tecnicamente. Tanto que a dupla vem sendo aproveitada no BR-12.

    Outros jogadores do elenco podem sair, seja por despertarem interesse de clubes do exterior, como Leandro Castán, Ralf, Paulinho e Willian, seja por não corresponderem no Timão, como Welder. Há também aqueles que não têm chance de sair, como Alessandro.

    Reportagem: Lance!

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians