Tite: 'Fica o sentimento de que poderíamos ser mais efetivos'

    Tite gostou, mas acredita que o Corinthians poderia ter conquistado um melhor resultado do que o empate sem gols contra o Cruz Azul, nesta quarta-feira, na Cidade do México, pela terceira rodada da primeira fase da Taça Libertadores. O Timão segue em segundo lugar, dois pontos atrás dos mexicanos no Grupo 6.

    – Foi um grande jogo. Talvez, tenhamos surpreendido o adversário com a marcação adiantada. Tivemos as melhores oportunidades no primeiro tempo, mas você não domina os 90 minutos. Foi um grande jogo. Fica o sentimento de que poderíamos ser mais efetivos – afirmou.

    Apesar de jogar fora de casa, o Corinthians foi para cima nos primeiros minutos e encurralou o adversário. Na etapa final, o Alvinegro continuou controlando até aos 20 minutos. O Cruz Azul só reagiu a partir da metade final do segundo tempo. Chicão salvou uma bola quase sobre a linha perto do fim.

    – Eu digo que a equipe precisa de maturidade para enfrentar grandes jogos e jogar dentro e fora de casa da mesma forma. Isso é crescimento profissional. Sabíamos que tínhamos essa necessidade e buscamos. Dominamos dois terços da partida. Dos últimos seis jogos de brasileiros aqui, só o Flamengo venceu – disse.

    No fim da partida, os torcedores do Cruz Azul, irritados com o tropeço em casa, passaram a atirar objetos no gramado. Alex se recusou por duas vezes a cobrar um escanteio. Depois do apito final, os atletas alvinegros precisaram deixar o campo com proteção dos escudos da polícia local. Tite evitou reclamar.

    – Fiquei chateado, mas não tem nada com o Cruz Azul. É uma situação isolada. Futebol é dentro de campo. É efetividade.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também