Willian diz qual jogador do Palmeiras deve fazer a diferença no Dérbi contra o Corinthians

    Nesta quarta-feira (12) o Palmeiras tentará quebrar a sequência invicta de 26 jogos do Corinthians e, de quebra, ampliar sua série de 31 jogos sem perder como mandante, atualmente a melhor do futebol brasileiro. Para conseguir o feito, o Palmeiras terá o retorno de peças importantes, sendo Guerra a principal delas, o que é bastante comemorado pelo atacante Willian.

    “A volta dele é especial. Não só eu, todos que trabalham com ele sabem da importância que ele tem. Todos ficaram emocionados pelo o que estava acontecendo. Deus fez um milagre na vida do filho dele. É especial e não tem preço. Ficamos felizes de ver a alegria no rosto dele, como sempre fez. Que quarta-feira possamos estar juntos e ele nos ajude bastante, como já vinha fazendo”, disse o atleta, já mirando o clássico contra o Corinthians.

    Já Alejandro Guerra fez segunda-feira seu primeiro treino com o grupo desde o afogamento sofrido por seu filho, na última quarta-feira, quando o venezuelano precisou deixa a delegação alviverde no Equador, antes da partida contra o Barcelona de Guaiaquil, para vir a São Paulo, onde ocorreu o acidente. Nesta segunda, o meia publicou um vídeo mostrando a melhora de Assael.

    Artilheiro do Palmeiras no ano com 12 gols, Willian valoriza ainda mais a presença de Guerra em campo. Celebrando a boa fase, o atacante agradece aos companheiros pelas assistências recebidas e foca no Dérbi.

    “Se eu vivo um momento bom de gols é porque meus companheiros têm me servido. Mesmo vindo de duas derrotas o time vinha numa crescente positiva no Brasileiro. É clássico, sabemos da dificuldade. Vai ser diante do nosso torcedor, tem de tomar atitude desde o início”, afirmou, antes de ressaltar a importância de uma vitória após derrotas contra Cruzeiro e Barcelona de Guaiaquil, pelo Brasileirão e Libertadores, respectivamente.

    “É um jogo especial, realmente. Temos essa grande chance de voltar a vencer e se aproximar dos primeiros colocados. A gente sempre busca a regularidade. Dentro de casa toda equipe tem a sua força diante do seu torcedor. Nós muito mais por termos uma torcida diferente e jogar num belo estádio. Isso pesa bastante. Muitas vezes temos essa obrigação de fazer valer a pena esse mando de campo. Fora buscamos sempre a vitória. O espírito tem de ser o mesmo”, concluiu.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians