Com plantio de grama, Corinthians retoma construção do CT da base

    O sonho da diretoria do Corinthians de promover uma integração entre as categorias de base e o departamento profissional de futebol, aos poucos, começa a sair do papel. O clube retomou na semana passada a construção do centro de treinamento destinado à formação de jogadores, localizado ao lado do CT Joaquim Grava.

    A obra foi retomada com o plantio da grama que formará os três campos com dimensões oficiais – ainda haverá um outro sintético de tamanho menor. Todo o sistema de drenagem e irrigação está instalado. A previsão é de que os gramados fiquem prontos em até dois meses, já com a possibilidade de serem utilizados pelos garotos.

    – Queremos entregar todo o projeto em, no máximo, 60 dias. Ele está pronto, mas estamos discutindo com a diretoria alguns detalhes. Estamos conversando frequentemente com o departamento de futebol para que toda a obra seja alinhada à necessidade do clube – afirmou o engenheiro Henrique Rupp, assessor do departamento de obras do Corinthians.

    O centro de treinamentos terá capacidade para alojar 170 meninos das mais diferentes categorias. O projeto prevê ainda a construção de três prédios-dormitórios, dois deles usados por jogadores vinculados ao clube e outro destinado a intercâmbio com clubes do exterior ou garotos em observação pelas comissões técnicas.

    Haverá ainda três vestiários, departamento médico completo, cozinha, refeitório para 100 pessoas e área de lazer com piscina. A ideia é construir também uma arquibancada para 1.500 pessoas, permitindo que o local seja utilizado para competições oficiais da base. O projeto foi assinado pela Budaugalo Arquitetos.

    O Corinthians parte agora em busca de dinheiro para finalizar a construção através da Lei de Incentivo ao Esporte. De acordo com o site do Ministério do Esporte, o valor aprovado para a captação é de R$ 12.229.291,69. Até agora, o clube arrecadou R$ 2.852.439,17. A construtora Odebrecht (R$ 1 milhão) e a Ambev (R$ 1.530.000,00) são as maiores colaboradoras.

    A diretoria não revela quanto terá de investir a mais para a conclusão das obras. A previsão é de que, com dinheiro em caixa, o centro de treinamentos esteja pronto em no máximo um ano.

    Veja Também

    Comments (4)

    1. Avatar
      Wesley Wts

      Investem milhões na base pra deixar a molecada nas mãos de empresários. Vender pot micharia. Uma vez o denilso falou uma coisa e é verdade. Já que o clube revela o jogador e na hora de vender, a grana fica nas mãos dos empresários. Por que os empresários não pagam uma parte do salário do atleta? Essas pragas que estão acabando com o futebol.

    2. Avatar
      Joseclaudio Neves

      Não sei porque ter base…..nunca colocam os garotos pra jogarem..

    3. Avatar
      Rodrigo Cezar Andreia

      Tudo e difícil no timão o diretoria fraca,ruim de mais.

      • Avatar
        Weverson de Andrade

        Não acho isso, falar de fora é fácil, agora quando se administra que é complicado…. O Corinthians na administração Andrés, Gobbi, melhorou 100% se lembrar do passado, na gestão Dualib e companhia.

    Comments are closed.