UOL Esporte - 04 de janeiro de 2016 às 21:05

Em duelo de times que venceram na estreia, o Corinthians derrotou o Botafogo-PB por 2 a 0, em Limeira, nesta segunda-feira (04) – mais do que isso, garantiu vaga no mata-mata da Copa São Paulo de Futebol Júnior, pelo grupo 11.

Atual campeão, o alvinegro paulista venceu com gols de Gabriel Vasconcelos, o artilheiro da edição passada do torneio, aos 16 minutos do primeiro tempo, e de Gustavo Tocantins, aos 4 da metade final.

Para confirmar a liderança da chave, ao Corinthians basta um empate na próxima rodada, quarta-feira (06), às 21h, contra a Inter de Limeira, o time da casa.

Dois se classificarão à fase seguinte. O Botafogo-PR, com três pontos, é o atual vice-líder – e o único que pode roubar a ponta da equipe da capital paulista. Inter de Limeira e Bragantino empataram nesta segunda-feira e somam um ponto cada.

E no mata-mata?

O Corinthians agora já pode pensar na próxima fase da Copinha. De acordo com o regulamento, os classificados do grupo 11 enfrentarão os do 12 – líderes contra segundos colocados, em mata-mata de partida única.

E a chave 12 é, até aqui, uma das mais emboladas da competição. Náutico e Mogi Mirim empataram em 0 a 0 na estreia, e Paysandu e Guarani ficaram no 1 a 1.

Nesta segunda-feira, Náutico e Guarani apresentaram mais um empate, 1 a 1. Mogi Mirim e Paysandu estão em campo, mas, de todo modo, a definição ficará para a rodada decisiva, a ser disputada na quarta-feira (06).

O jogo

Desde o começo da partida o domínio da partida foi do Corinthians. Aos 9 minutos, Matheus Pereira, que já jogou profissionalmente com Tite, fez fila, invadiu a área e finalizou com a perna direita, a ruim – o chute passou perto da trave rival.

Pouco depois, aos 17, o gol: a bola foi alçada desde o lado direito, em escanteio, e desviou no zagueiro Marquinhos, do Botafogo-PB, no primeiro poste, toque que enganou o goleiro Netinho. Gabriel Vasconcelos, na outra ponta da área, mergulhou de carrinho para empurrar a redonda para as redes, com os dois pés.

O tento diminuiu o ritmo corintiano, que só voltou a atacar com perigo no início do segundo tempo. Logo a 1 minuto, Léo Jabá invadiu a área pela direita, venceu um marcador e soltou a bomba, rasteira e cruzada, exigindo boa defesa do oponente.

Luccas Pato, atacante do time paraibano, respondeu rápido, aos 3, e quase deixou tudo igual. Mas foi o Corinthians, no minuto seguinte, quem ampliou a contagem: mais um cruzamento da direita, e desta vez de cabeça o atacante balançou a rede.

Aos 13, Luiz, centroavante de 1,93 metro do Botafogo-PR, teve sua chance na bola área – livre de marcação, cara a cara com o goleiro, testou por cima da meta. 10 minutos depois, Gionotti fez boa jogada pela direita e, de canhota, cruzou para o mesmo Luiz. A bola correu demais e o jogador não conseguiu empurrar para o gol.

As duas últimas boas chances do confronto foram do Corinthians: uma de Léo Jabá, aos 30 – de cabeça, o atacante carimbou o travessão – e outra de Carlinhos, também de cabeça, que finalizou para fora.