Corinthians

    PRÉ-JOGO: É hoje! Em clássico com o Palmeiras, Timão busca vitória para seguir na briga

    O Derby entre Corinthians e Palmeiras ganhou um dia só para ele entre os jogos do Campeonato Brasileiro e deve mobilizar todos os torcedores envolvidos na parte de cima da tabela da competição, mas segue sendo mais especial apenas para os arquirrivais. Neste sábado, às 16h (de Brasília), no estádio de Itaquera, os dois times da Série A mais antigos da capital paulista jogam para retomar o caminho das vitórias e a confiança da torcida no título nacional da temporada.

    No Corinthians, o clássico é crucial para a manutenção do discurso otimista apregoado até mesmo nos momentos de oscilação da equipe. Em caso de derrota, a distância para a ponta da tabela de classificação do Brasileiro aumentará para consideráveis dez pontos – esse resultado ainda impulsionará a campanha do grande rival na disputa pelo título.

    O tropeço também poderá custar o emprego do técnico Cristóvão Borges. Às vésperas do Derby, o diretor de futebol Eduardo Ferreira fez questão de aparecer diante das câmeras de televisão e assegurar a permanência do profissional – porém hesitou no momento de dizer que essa resolução não mudaria com uma derrota para o Palmeiras.

    Com uma expressão sempre tranquila, Cristóvão tentou se mostrar confiante, apesar de já sentir a sombra de Roger Machado, técnico que se desligou do Grêmio na quarta-feira. Para o baiano, o Corinthians apresentou evolução nas duas últimas rodadas, mesmo perdendo para o Santos e empatando com o Coritiba, e conta com um elenco capaz de suportar a pressão.

    “Os jogadores têm um entendimento muito claro da situação. Eles são inteligentes, experimentados, com grandes currículos, e estão acostumados a essas coisas”, elogiou Cristóvão, sem temer as cobranças dos torcedores em Itaquera. “Será normal. No futebol, tudo gira em torno do resultado. A reação vai depender do que a gente apresentar. A torcida vai lá para ver o Corinthians jogar bem e ganhar. É um desejo em comum, e temos que satisfazê-los.”

    Para satisfazer os corintianos, Cristóvão adotou cautela mais uma vez em relação à sua formação. O técnico deverá contar com o lateral esquerdo Uendel, que acusou dores musculares na coxa direita na rodada passada, porém perdeu o direito Fagner, suspenso. O prata da casa Léo Príncipe será o substituto.

    Há a possibilidade de o Corinthians ter outras mudanças. Recuperado de uma contusão muscular na coxa direita, Giovanni Augusto foi relacionado para o jogo, embora não tenha treinado no campo. Se atuar, ocupará a vaga do volante Cristian. Já o zagueiro Yago vive a expectativa de ganhar a posição de Vilson ao lado do paraguaio Balbuena.

    Seja como for, o Corinthians tentará ser ofensivo no Derby. “Respeitamos o Palmeiras, não só pela liderança, por essas coisas, mas como adversário. Só que temos uma maneira de jogar que não mudamos na arena ou fora dela. Jogamos do mesmo jeito sempre. Uma equipe de nível tem que ser assim”, cobrou o ameaçado Cristóvão Borges, ciente de que o seu time vem oscilando até mesmo entre os tempos de um jogo.

    Já no lado do líder da competição, a prioridade é fechar a difícil série que abre o returno ainda na liderança, já passando por confrontos complicados como o clássico contra o São Paulo e os embates contra times da parte de cima da tabela (Atlético-PR, Grêmio e Flamengo). Com 48 pontos, um a mais do que o Rubro-Negro carioca, o Verdão se garante como ponteiro em caso de vitória na casa do adversário.

    Ciente da importância de uma boa apresentação para afastar as críticas a respeito de uma oscilação da equipe, que empatou sem gols com o Grêmio e buscou uma igualdade por 1 a 1 com o Flamengo já na parte final da partida, mesmo atuando com um jogador a mais por quase 60 minutos, o técnico Cuca fez questão de alertar seus comandados e tecer alguns elogios ao Alvinegro.

    No Verdão, está proibido falar em favoritismo. “Eu cuido da minha parte. A dificuldade é muito grande, mesmo se fosse em casa. Fora de casa, se torna ainda mais difícil. O Corinthians tem muita força na arquibancada e tem um bom time. Joga junto há um tempo, tem filosofia de trabalho. Nós estamos preparados para um jogo difícil. Temos que fazer o máximo de coisas certas para conseguir um bom resultado”, analisou Cuca.

    Para a partida, o treinador palmeirense não poderá contar com o zagueiro Vitor Hugo e o atacante Gabriel Jesus, ambos suspensos por causa do terceiro cartão amarelo levado no meio da semana. Na retaguarda, Edu Dracena já foi apontado como o substituto e reencontrará o estádio em que celebrou o hexacampeonato do ano passado. Na frente, Erik, Barrios, Rafael Marques e Leandro Pereira brigam por uma vaga.

    “O Erik É um menino em que temos muita confiança. O Rafael também. Apesar de não ser centroavante, atuou naquela função quando a gente não tinha nem Leandro nem Barrios. Hoje a tem, mas é um jogador importante para nós. É normal, nesses momentos, o treinador avaliar o grupo dele em cima da fisiologia, em termos de equilíbrio físico. Às vezes, você avalia e consegue colocar um jogador. Por isso que ainda não defini o time”, concluiu.

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Jogadores- Gol - Corinthians 3 x 0 Sport

    Comments (2)

    1. Avatar
      Alex Gomes

      Alguem sabe algum site pra assistir o jogo que n fique travando mto ?

    2. Avatar
      Jhonathan Lazaro

      Vai Corinthias.

    Comments are closed.