Salvador do Timão, Chicão aprova empate, mas quer vitória em casa

    Pode-se dizer que o zagueiro Chicão fez o “gol da vitória” do Corinthians no empate por 0 a 0 com o Cruz Azul nesta quarta-feira, na Cidade do México. Aos 45 minutos do segundo tempo, com Julio Cesar completamente batido, o jogador tirou a bola em cima da linha, após cabeceio certeiro de Omar Bravo. Chicão comemorou o lance, mas lamentou a quantidade de gols perdidos pelo Timão.

    “Podemos comemorar como um gol, sim. Consegui tirar em cima da linha. Tivemos várias oportunidades e infelizmente a bola não entrou, mas eles tiveram também, temos de ressaltar isso. Foi um resultado bom. Agora precisamos vencer no Brasil”, afirmou o zagueiro.

    Seu companheiro de defesa, Leandro Castán, teve a mesma linha de raciocínio: o empate foi positivo para o Corinthians, mas era possível ter saído com os três pontos do Estádio Azul. Com o gramado molhado, o zagueiro sofreu bastante, escorregando pelo menos três vezes em lances de perigo.

    “Foi bom (o empate), mas infelizmente não fizemos gols. Não senti a altitude, só o campo. Não consegui parar em pé. Fiz o mais básico, mas fiquei limitado. Vai ser difícil na semana que vem, mas agora vamos jogar no Pacaembu, onde o Corinthians se agiganta”, destacou.

    Vice-líder do Grupo 6, com cinco pontos, o Timão terá a oportunidade de tomar a liderança na próxima quarta-feira, quando encara o Cruz Azul no estádio do Pacaembu, às 22h. Atual dono da ponta, com sete pontos, o time mexicano perdeu nesta noite os 100% de aproveitamento que mantinha até então na Libertadores da América.

    Reportagem: Globo Esporte

    Veja Também

    Notícias do Corinthians
    Notícias do Corinthians